Como financiar minha faculdade?

Nos últimos anos, houve uma crescente muito grande de alunos ingressando no ensino superior através do Fies, programa do Governo Federal. Porém, com as atualizações feitas e muitas restrições aplicadas ao programa, surgiram muitas dúvidas se seria possível ou não fazer o financiamento da faculdade.

Separamos nessa matéria algumas informações muito uteis para você, que quer saber sobre financiamento de faculdade. Começando com quais os tipos de financiamento existem como opção para você.

1.    Financiamento Público

Por mais restritas que tenham se tornado as regras do Fies, ainda existe a possibilidade se candidatar a uma vaga.

Atualmente, pode se cadastrar a uma vaga quem participou do ENEM, a partir de 2010 e que tenha atingido a nota igual ou maior que 450 pontos e que não tenha zerado a redação. Outra regra é que o candidato possua uma renda familiar bruta por pessoa de até 3 salários mínimos.

O Novo Fies também está oferecendo juros zero para quem realmente precisa e formas de pagamentos diferenciadas para cada pessoa, conforme a renda familiar do mesmo. Além de permitir que o financiamento comece a ser pago de acordo com o limite de renda do solicitante, diminuindo significativamente os encargos.

Outra opção disponível é o crédito universitário privado. Os programas privados podem ser utilizados para parcelar mensalidade de faculdades, cursos técnicos, pós, MBAs, mestrados e doutorados, seja presenciais ou a distância.

Os requisitos para contratação devem ser consultados de acordo com o programa que você escolher. Consulte alguns para assim, decidir qual  proporciona as melhores condições para você.

3.    Financiamento bancário

Outra forma de financiar seu curso superior, é entrando em contato com os bancos que possuem crédito universitário. Vale a pena checar as condições oferecidas pelos bancos.

Como faço para escolher um financiamento?

No caso de não conseguir contratar o financiamento através do Fies, comece analisando cuidadosamente as condições de um financiamento privado. Primeiramente, verifique se universidade desejada tem convênio a instituição de financiamento. Depois, leia todo o contrato, certifique-se de conhecer todos os detalhes, como taxa de juros, valores máximos e mínimos das parcelas e em quanto terá que pagar as prestações.

A ajuda da empresa onde você trabalha

Algumas empresas oferecem aos seus colaboradores um suporte para ingressão no curso superior, pagando a metade da parcela. Nesses casos, normalmente o colaborador precisa optar por um curso relacionado ao trabalho desenvolvido na empresa e se comprometer em permanecer no emprego depois de concluir o curso, por um período pré-estabelecido por contrato.

Essas são algumas opções para você ingressar em uma faculdade de forma financiada. Pesquise as suas opções, se organize financeiramente e planeje o seu percurso.

https://www.una.br/blog/3-maneiras-de-financiar-sua-faculdade-em-meio-a-crise/